fbpx Whatsapp

Blog

HomeNotíciasAbdominoplastia: entenda tudo sobre a cirurgia plástica para corrigir a flacidez da barriga

Abdominoplastia: entenda tudo sobre a cirurgia plástica para corrigir a flacidez da barriga

Mais conhecida entre os médicos pelo nome técnico Dermolipectomia de Abdômen, a abdominoplastia é uma cirurgia plástica na barriga para retirar a quantidade excessiva de pele e tonificar músculos abdominais. Isso possibilita ainda acabar com as estrias presentes na área.

Quer saber como é o antes e depois da abdominoplastia? Confere esse post para ficar por dentro do pré-operatório, pós-operatório, quem pode fazer e entre outras informações importantes sobre o procedimento cirúrgico da plástica do abdômen.

Tudo sobre Abdominoplastia

  • Abdominoplastia: O que é?
  • Para quem é recomendada a cirurgia plástica na barriga para tonificar músculos abdominais e combater flacidez da pele
  • Tipos de abdominoplastia
  • Abdominoplastia: tem riscos?
  • Abdominoplastia: antes e depois da cirurgia plástica requer cuidados

Abdominoplastia: o que é? 

Essa cirurgia plástica no abdômen tem como objetivo acabar com a flacidez da pele na área dando um novo contorno a ela e melhorando inclusive a tonificação dos músculos da região como, por exemplo, o músculo reto-abdominal. 

O efeito sem dúvida é a elevação da autoestima de mulheres e homens que passam pelo procedimento, o que resulta em melhor qualidade de vida e mais autoconfiança. 

Porém, é importante destacar que nem a abdominoplastia, nem a lipoaspiração, são a solução para perder peso. É importante que o paciente esteja dentro do peso ideal para se submeter a esse procedimento, visando a um melhor resultado e um procedimento mais seguro

Portanto, a plástica de abdômen é recomendada para quem tem flacidez abdominal, que é algo causado por oscilação de peso, história de gestações prévias, fatores constitucionais, maus hábitos de vida e o próprio envelhecimento. 

O famoso efeito sanfona (engordar e emagrecer rápido várias vezes ao longo da vida) colabora muito para a perda de elasticidade da pele da barriga causando ainda estrias na região. 

Para quem é recomendada a cirurgia plástica na barriga para tonificar músculos abdominais e combater flacidez da pele

  • Quem emagreceu muito em um curto período de tempo como, por exemplo, após fazer uma cirurgia bariátrica e ficou com excesso de pele na região da barriga
  • Quem engordou muitos quilos em um curto período de tempo e depois emagreceu muito (efeito sanfona)
  • Quem teve 1 ou mais gestações, ficando com o abdômen flácido e diástase do músculo (flacidez muscular)

Tipos de abdominoplastia

Existem diferentes procedimentos estéticos para melhorar a aparência, elevando a autoestima e autoconfiança. 

No caso da região da barriga, a abdominoplastia convencional com lipo, por exemplo, é recomendada para quem quer eliminar excesso de pele, acabando com flacidez e consequentemente as estrias. São casos em que há flacidez em todos os setores, ou seja, acima e abaixo do umbigo.

Além da abdominoplastia convencional, existem outros tipos de abdominoplastia.

  • Mini Abdominoplastia: também chamada de miniabdômen, esse tipo de cirurgia abdominal é mais específica porque é para acabar com a flacidez da pele apenas na parte inferior da barriga (abaixo do umbigo). Assim como na abdominoplastia, essa também pode ser associada à lipoaspiração.
  • Abdominoplastia sem lipo: é a Dermolipectomia abdominal propriamente dita sem nenhuma lipoaspiração. Essa cirurgia elimina a flacidez abdominal, além de tonificar os músculos abdominais por meio da chamada plicatura dos músculos abdominais, que é o procedimento onde se “amarra” os músculos com uma sutura forte.
  • Abdominoplastia com lipo: a lipo-abdominoplastia, como é mais conhecida, ocorre quando o paciente decide fazer as duas cirurgias plásticas em conjunto. A lipoaspiração é para remoção das gorduras localizadas das costas, flancos e outras regiões, e a abdominoplastia tem o objetivo de retirar o excesso de pele e tonificar os músculos abdominais.  

Abdominoplastia: tem riscos?

Assim como toda cirurgia, a plástica de abdômen também oferece riscos. Portanto é importante escolher um bom cirurgião plástico (de preferência que faça parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica).

Para redução de risco de eventos indesejáveis, como trombose, embolia, hematomas, infecção, necrose de pele, todas as medidas são tomadas para que o procedimento ocorra com a maior segurança possível, mas algum risco pode ocorrer. 

Por esse motivo é indispensável fazer exames pré-operatórios para assegurar que a saúde do paciente está em dia. Além disso, o médico precisa saber das doenças pré-existentes como diabetes, tabagismo, hipertensão,etc.. 

Dessa forma, se consegue avaliar os riscos reais do procedimento e, assim, evitar complicações. Vale ressaltar que o tabagismo é importante fator de risco para necrose de pele e outras complicações.

Abdominoplastia: antes e depois da cirurgia plástica requer cuidados

Pré-operatório

  • Avaliação física
  • Exames (Risco Cirúrgico)
  • Suspensão de alguns remédios, apenas sob orientação médica, pode ser necessário. Medicamentos para emagrecer que podem ser interrompidos 10 dias antes da cirurgia
  • Anticoncepcional, em alguns casos, deve ser interrompido 15 dias antes
  • Informar o cirurgião plástico, caso tenha gripe até 48h antes da plástica na barriga
  • Não fumar, não tomar bebidas alcoólicas e nem fazer refeições pesadas antes do dia da abdominoplastia
  • Jejum absoluto de 8 horas antes da cirurgia

Como é feita a abdominoplastia

A técnica pode variar de acordo com cada caso, mas, em resumo, é feita uma incisão na parte de debaixo da barriga, na região pubiana estendendo a cicatriz para as laterais, na região próxima ao osso ilíaco de cada lado, acompanhando a marca do biquíni.

Se faz um descolamento da pele de todo o abdômen, a plicatura dos músculos, retirada do excesso de pele e tecido subcutâneo e a confecção do umbigo.

Em muitos casos é preciso utilizar um dreno durante a cirurgia, que no pós-operatório será retirado. Além disso, a equipe médica precisa contar com anestesista, médico auxiliar e instrumentadora. Todos trabalhando em sintonia. 

A abdominoplastia dura em torno de 3 horas. Sendo que isso também vai depender se você vai fazer outras cirurgias plásticas junto com ela. Se tiver lipo associada, esse tempo pode ser maior. 

A cicatrização completa costuma ocorrer até 1 ano e meio quando há um clareamento da cicatriz (podendo ocorrer bem antes dependendo do seu organismo).

Para realizar a plástica no abdômen, a internação costuma ser de 24 horas e você terá que ficar de repouso em casa por 15 dias no pós-operatório.

Como é a cicatriz de abdominoplastia

A cicatriz da plástica no abdômen costuma ser horizontal e bem discreta. Ela fica localizada na parte inferior do abdômen, podendo ser escondida pela calça ou underwear.

Porém, o tamanho da cicatriz vai depender da quantidade de excesso de pele retirada do abdômen da pessoa. Quanto menor a flacidez, menor tende a ser a cicatriz. Quanto maior for a quantidade de pele a ser retirada, maior será a cicatriz.

Recuperação de abdominoplastia: pós-operatório

  • Uso de cinta modeladora retirando apenas para tomar banho no período de pelo menos 30 dias
  • Retirada do dreno cerca de 7 a 10 dias após a cirurgia
  • Não fazer esforço por 15 dias e não pegar peso por 30 dias 
  • Seguir todas as orientações médicas à risca (medicamentos, cuidados com curativos e pontos, drenagem linfática, cinta modeladora, repouso, etc.)

Entendeu tudo sobre abdominoplastia? Caso tenha ficado alguma dúvida ou queira mais esclarecimentos sobre o procedimento, basta entrar em contato comigo.

x

Pensando em Cirurgia Plástica? Fale comigo e esclareça suas dúvidas!

Olá, estava navegando pelo site e gostaria de mais informações sobre...