Whatsapp

Blog

HomeMamaSilicone: antes e depois da cirurgia – o que fazer?

Silicone: antes e depois da cirurgia – o que fazer?

Aumentar sua autoestima tendo seios maiores é o seu sonho?

Para evitar surpresas e decepções com o resultado final da mamoplastia de aumento (nome da cirurgia de colocação de silicone nas mamas), a dica é conhecer bem o procedimento. 

Dessa forma você entende inclusive como conciliar saúde e estética da melhor maneira possível.

Neste post, você vai ficar por dentro de algumas dicas importantes para entender como é colocar silicone antes e depois do procedimento de implante mamário. Confira:

Antes da cirurgia para colocar silicone (mamoplastia de aumento)

  • Tenha bem claro qual o real motivo de você querer fazer a mamoplastia para aumento de mamas (ex: colocar próteses mamárias para melhorar sua autoestima).
  • Entenda como é colocar silicone antes e depois do procedimento: converse com quem já fez a cirurgia de colocação de prótese de mama e tire suas dúvidas no consultório médico com um cirurgião plástico de confiança.
  • Não fique esperando resultados milagrosos com base na experiência dos outros: ficar vendo fotos de quem colocou silicone antes e depois e achar que com você também será assim não é uma boa ideia. Cada pessoa tem uma situação específica, cada caso é um caso. Então quando o assunto é saúde e estética, não vale a pena fazer comparações.
  • Fique por dentro do pós-operatório e tudo que você vai precisar para passar por isso da melhor maneira possível (expectativa de tempo de internação no hospital, acessórios pós-cirúrgicos, coisas que você vai precisar deixar de fazer temporariamente, etc.).
  • Avalie todos os prós e contras do procedimento e pós-operatório na comparação com o resultado. E caso você realmente entenda que vale a pena fazer mamoplastia com prótese de mama, é hora de procurar um profissional para a realização. 

Busque fontes confiáveis

Conteúdo de cirurgiões plásticos são ótimas fontes de informações para entender como é o procedimento de colocar silicone antes e depois da mamoplastia de aumento. 

Afinal, ninguém melhor do que quem realiza o procedimento estético para informar sobre riscos e benefícios à saúde que a intervenção cirúrgica pode trazer.

Isso porque, além de serem médicos especialistas no assunto, os cirurgiões plásticos, assim como doutores de outras especialidades, também precisam ter um olhar comprometido com a ciência e dentro da ética médica do Conselho Federal de Medicina em toda a sua comunicação com os pacientes (blog, redes sociais, email marketing, publicidades e inclusive no consultório médico).

Então se durante suas pesquisas sobre cirurgia para aumento de mama você encontrar algum conteúdo médico mostrando pacientes que colocaram silicone antes e depois, saiba que isso é antiético.

Sem contar que pode ser inclusive um indício que o médico não está atualizado com as resoluções do CFM. 

Pesquise informações atuais

Assim como vem ocorrendo em outras áreas da medicina, a evolução da tecnologia tem melhorado a qualidade de vida dos pacientes.

No caso da mamoplastia de aumento, as próteses de silicone hoje não são mais como as de 10 ou 5 anos atrás.

Então é fundamental que na hora de consultar algum blog médico, site ou redes sociais, você observe se o conteúdo é recente.

Antigamente, quem colocava silicone precisava trocar a prótese de mama a cada 10 anos ou até menos.

Mas, hoje em dia, não é mais assim por causa da tecnologia dos novos implantes mamários.

Entenda como foi a experiência de quem colocou silicone (antes e depois do procedimento: como foi?) 

Pesquise relatos de quem vivenciou uma mamoplastia com prótese mamária para aumentar os seios caso você não conheça ninguém que tenha realizado o procedimento.

Confira os principais pontos que você precisa ter em mente:

  • O que motivou a pessoa a passar pela mamoplastia de aumento e se esse resultado foi obtido: colocou silicone para melhorar a autoestima e depois de todo o procedimento cirúrgico e pós-operatório, as mulheres relatam que hoje em dia estão muito mais satisfeitas com o próprio corpo e felizes.
  • Como foi a escolha do cirurgião plástico: foi por recomendação de quem já colocou prótese de mama porque o médico é renomado ou a clínica é muito conhecida? E principalmente: o que fez a pessoa tomar a decisão de fazer a mamoplastia para aumento de mama com esse determinado cirurgião plástico.
  • Como foi a escolha da prótese mamária: existem diferentes tipos de prótese de silicone para mama. Nessa etapa, é importante verificar se foi levado em conta as peculiaridades do corpo da paciente (seio natural, tamanho do tórax, etc.) ou apenas seu desejo de ter seios grandes. Ou seja, a escolha foi feita só pensando na estética ou priorizando a saúde da mulher?
  • Como foi a cirurgia em si: houve algum problema que não foi apontado pelo risco cirúrgico como infecções e hematomas ou fluiu como o previsto? 
  • Como foi o pós-operatório: quantas horas precisou ficar internada no hospital, o sutiã cirúrgico deu conta de posicionar a prótese mamária ou precisou também de faixa pós-cirúrgica? Como foi ficar em repouso por 1 semana e sem atividade física por 15 dias ou mais, etc.

Como escolher o cirurgião plástico para colocar a prótese de mama

  • Peça recomendações de quem você conhece e já fez a mamoplastia de aumento ou pesquise no site SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica)
  • Verifique se o médico tem vasta experiência
  • Descubra se há processos contra ele na justiça ou se já foi suspeito de erro médico (se há notícias falando sobre isso, reclamações nas redes sociais, problemas com o Conselho Federal de Medicina, SBCP, etc.) 
  • Faça um levantamento sobre o que já saiu na mídia sobre o médico que você pretende fazer o procedimento 
  • Verifique se o especialista segue a ética médica (não usa redes sociais para oferecer descontos, não publica nas redes sociais fotos de pacientes que colocaram prótese de silicone antes e depois, etc. Isso porque é um indício que o médico não está muito preocupado com a ética médica brasileira. 

Implante mamário: pós-operatório

Muita gente acha que colocar silicone é um procedimento simples e rápido.

E esquece que é uma cirurgia e como outra qualquer é preciso uma preparação especial, fazer risco cirúrgico, ficar internada e até mesmo ter um cuidado indispensável no período pós-operatório. 

Confira algumas informações importantes para quem deseja conhecer o  todo o processo de colocar silicone (antes e depois das próteses de mama): 

  • Tempo de internação: varia de acordo com cada caso, mas normalmente você vai precisar ficar internada entre 6 e 12 horas no hospital. Isso para que o médico possa analisar seu quadro clínico, observar se houve algo fora do previsto (o que não costuma ser comum) e inclusive o efeito anestésico passar.
  • Afastamento do trabalho: dependendo do tipo de trabalho que você exerce, o afastamento pode ser de 7 dias ( que é o ideal). Mas, se você tiver como não fazer muito esforço, pode retornar as atividades 4 dias após a mamoplastia de aumento.
  • Nada de fazer esforço por 15 dias: vale destacar que você vai precisar evitar fazer força e gastar energia por um período mínimo de 2 semanas (em média é esse, mas vai depender do seu caso). Portanto nada de corridas, musculação, exercícios em geral e até mesmo dirigir e ter relações sexuais no período. Só após autorização médica mesmo.
  • Sutiã pós-operatório ou faixa cirúrgica: após colocar próteses mamárias, você vai precisar usar um sutiã especial para ajudar na acomodação dos seus tecidos após a cirurgia. Isso varia de paciente para paciente, mas costuma ser entre 1 a 3 meses. Em alguns casos, o cirurgião plástico recomenda faixa cirúrgica que só deve ser usada quando recomendada por ele.

Quer entender melhor sobre mamoplastia e outros procedimentos? Continue acompanhando o blog do cirurgião plástico André Ahmed!

Dúvidas frequentes sobre o tema prótese mamária

Quanto custa em média uma cirurgia para colocar silicone?

O preço de uma mamoplastia de aumento (procedimento cirúrgico para colocar prótese de mama) varia muito.
E depende de vários fatores como:
– Quanto toda a equipe cirúrgica vai cobrar (cirurgião plástico, anestesista, instrumentador, hospital que a paciente vai ficar internada, etc.
– Valor das próteses mamária e da anestesia (até o valor do dólar costuma interferir nessa parte)
– Custos dos medicamentos necessários no pós-operatório
– Acessórios indispensáveis para uma boa recuperação da paciente (sutiã pós-cirúrgico, faixa cirúrgica, etc.)
– Entre outros detalhes personalizados
Portanto não há como precisar quanto custa uma cirurgia plástica como a mamoplastia com prótese de silicone porque além de cada caso ser um caso, seria antiético já que o próprio Conselho Federal de Medicina proíbe.

Quanto custa colocar silicone 2020?

Muitos fatores precisam ser levados em consideração no custo total de uma mamoplastia com prótese de mama (até mesmo o aumento do dólar se for de marca estrangeira).
Mesmo que o procedimento estético não seja dos mais arriscados, é necessário contabilizar desde o risco cirúrgico até os acessórios e remédios do pós-operatório passando pela operação em si e o pagamento da equipe médica.
Além disso, precisa entrar na conta o valor da internação no hospital (mesmo sendo por um tempo curto), E o valor cobrado pelo anestesista, cirurgião plástico, instrumentador, etc.
Portanto são muitos detalhes que só podem ser respondidos no consultório médico na hora que o procedimento estiver prestes a ser agendado. 
Sem contar que não dá para falar em preços gerais porque fere a ética médica  brasileira.
Ou seja, não é permitido pelo Conselho Federal de Medicina.

Que tipo de pessoa não pode colocar silicone?

Em alguns casos específicos, a mamoplastia de aumento não é recomendada.
Mas, para dizer com certeza quem não pode realizar o procedimento, é necessário uma consulta com cirurgião plástico.
Alguns casos costumam ser: 
– Quem tem câncer
– Pessoas com doenças cardiovasculares não controladas e principalmente cardiopatas 
– Pessoas com imunodepressão, que têm tendência a infecção 
– Grávidas e lactantes 
– Que tem hipersensibilidade alérgica a componentes de silicone (casos raros)
– Menores de idade (não é recomendado a cirurgia plástica em adolescentes antes da conclusão do desenvolvimento das mamas) 
– Quem tem flacidez mamária (seios caídos) – nesse caso normalmente a mastopexia é a cirurgia plástica recomendada
– Entre outros casos especiais

Quanto tempo leva para a prótese de mama descer?

Nos primeiros dias após a mamoplastia de aumento, é comum a prótese de silicone ficar mais alta nos dois seios ou em apenas um.
Isso porque o seu organismo precisou improvisar e rapidamente descobrir o melhor lugar para abrigar esse novo componente do seu corpo. 
Portanto dependendo de cada organismo, o silicone pode demorar prazos diferentes para descer. 
Mas, os cuidados pós-operatórios costumam fazer a diferença para isso.
Vale lembrar que assim que o procedimento cirúrgico para colocar silicone na mama acaba, você ainda no hospital, começa a usar o sutiã pós-cirúrgico para compressão da área (entre outros benefícios). 
Especialmente nos casos de prótese inserida em plano submuscular, se após alguns dias da mamoplastia de aumento, a prótese ainda não tiver descido para posição correta, o cirurgião plástico costuma recomendar o uso da faixa pós-operatória para facilitar a descida do silicone.
E o período também varia de acordo com a reação do corpo da paciente. 

x

Pensando em Cirurgia Plástica? Fale comigo e esclareça suas dúvidas!

Olá, estava navegando pelo site e gostaria de mais informações sobre...