Blog

HomeNotíciasO Umbigo na Abdominoplastia

O Umbigo na Abdominoplastia

Olá, pessoal!

Hoje vou falar sobre um assunto que parece um tabu para quem já procurou se informar sobre abdominoplastia. Vejo muitas pessoas dizerem que têm receio do aspecto final do umbigo na abdominoplastia. O fato de haver uma pequena cicatriz em torno do umbigo pode assustar num primeiro momento, porém, se analisarmos com cuidado toda essa questão, lembremos que o umbigo por si só já é uma cicatriz por natureza, a cicatriz umbilical.

O que até o nascimento do ser humano servia para o suprimento de nutrientes e para trocas gasosas, incluindo a passagem de oxigênio e gás carbônico, o cordão umbilical após seu desprendimento do corpo, deixa como uma marca remanescente, a cicatriz umbilical, ou simplesmente chamada de umbigo. Posicionado numa região mais inferior do abdômen, o umbigo representa uma importante unidade estética para a composição do abdômen.

Pasmem: certa vez um paciente me perguntou se eu poderia fazer a abdominoplastia e deixa-lo sem umbigo! Obviamente, recusei o pedido… rs

Muitas pessoas que apresentam pele em excesso e buscam a abdominoplastia, exibem claramente essa característica em torno do umbigo, ou seja, uma sobra de pele recaindo sobre o próprio umbigo, que fica escondido em meio a dobras da região adjacente. Para tais pacientes, ou seja, a maioria candidata a essa cirurgia, o umbigo resultante da abdominoplastia apresenta aspecto muito melhor do que o original.

Um umbigo bem confeccionado nessa cirurgia é etapa fundamental para se obter um resultado harmonioso. Portanto a técnica operatória e um capricho na forma de se realizar a sutura são imprescindíveis.

Muitos fatores podem influenciar na obtenção de um bom resultado para a confecção do umbigo, também chamada neo-onfaloplastia. Seguir as recomendações pós-operatórias é fundamental. O tabagismo influencia negativamente qualquer processo de cicatrização. Outro fator fundamental é a qualidade de cicatrização inerente ao organismo.

Uma dúvida comum entre o público leigo em relação à abdominoplastia convencional: “O umbigo será retirado de um lugar e colocado em outro?”

A resposta é: NÃO.

O umbigo permanece aderido à parede muscular, ou ao tecido que liga músculos do abdômen.
Em outras palavras, ele fica inserido na mesma região durante toda a cirurgia. O que acontece na realidade é que a pele que antes estava localizada acima do umbigo irá descer, devido à retirada de pele abaixo e à tração da pele mais acima. Portanto, resumidamente, o umbigo é desconectado da pele ao redor, permanecendo aderido ao músculo por baixo, e por meio de um novo orifício realizado na pele que estava mais acima, será reconectado à mesma.

Ironicamente, já vi casos de cicatrizes horríveis devido ao uso de piercing colocado de forma mal feita no umbigo. Entretanto, os resultados conseguidos para o umbigo na abdominoplastia, numa cirurgia bem conduzida, são animadores!

Sempre que possível, dou aos pacientes que pretendem se submeter a essa cirurgia, a oportunidade de entrarem em contato com outros que já passaram por ela, para que se possa ter acesso ao grau de satisfação e aos benefícios sentidos por quem hoje se vê realizado com seu abdômen!

Espero poder ter desmistificado um pouco essa questão. Será um prazer poder sanar outras eventuais dúvidas.
Fiquem com Deus e até a próxima!

por Dr. André Ahmed